“Brada, Príncipe Guerreiro” é uma vídeo-performance que atravessa narrativas de intolerância, mesclando elementos da dança e das artes visuais. O artista traz questões sobre raça, ancestralidade e gênero, performando ao som de tambores. O corpo e o figurino são tingidos com pó colorido, criando um efeito visual impactante e transformando a saia utilizada em uma obra autônoma que fica em exposição.

Tag(s): #Desenvolvidos

Visão geral

Login

Cadastrar-se

Os registros estão atualmente desativados.

Senha esquecida

Compartilhar