Aula aberta: por mais alardeado que seja, a democratização cultural pode não significar necessariamente amplitude de acesso e de significado. Nesta edição, veremos como as tecnologias possuem um papel importante na real proliferação de acesso e, também, como a digitalização de acervos ajuda neste processo.

Com Thiago Carrapatoso – jornalista, especialista em Comunicação, Arte e Tecnologia e mestre pelo Center for Curatorial Studies (CCS) na Bard College, em Nova York. Foi um dos fundadores da Casa de Cultura Digital; um dos idealizadores do Movimento Baixo Centro; autor da pesquisa A Arte do Cibridismo, realizada pela Funarte e ganhadora do prêmio de melhor estudo sobre arte pela Fundação Bienal de São Paulo; curador do ciclo Cidade Queer, financiada pela fundação canadense Musagetes; e já foi coordenador do Google Arts & Culture no Brasil, mas agora coordena os parceiros de e em Portugal.

Tag(s): #Documentação

Visão geral

Login

Cadastrar-se

Os registros estão atualmente desativados.

Senha esquecida

Compartilhar