Instalação no lab contendo trechos das entrevistas , fotos e lambes lambes desenvolvidos através da pesquisa.

“Eu posso sonhar? Muito se fala sobre sonho nessa sociedade, mas antes de tudo é preciso entender a realidade que motiva esses sonhos ou não sonhos.

Essa pesquisa surgiu através da fala de minha mãe de 48 anos, empregada doméstica que quando questionada sobre sonhos respondeu que já não tem tempo para isso.

Falar sobre sonhos dentro da periferia é sobre entender o sistema, desromantizar a meritocracia e humanizar a nossa existência.

“Eu não consigo normalizar que sonho de pobre seja poder almoçar todo dia”, Andrey Haag.

Tag(s): #Programação LAB Procomum

Visão geral

Login

Cadastrar-se

Os registros estão atualmente desativados.

Senha esquecida

Compartilhar