Tempo verbal 1: O pretérito mais-que-perfeito
29 de maio, 11am UTC -3

O pretérito mais-que-perfeito do indicativo é usado para apresentar uma ação que ocorreu antes de outra ação passada. Pode demonstrar também um acontecimento situado de forma incerta no passado.

Neste encontro com três mulheres sábias, vamos nos perguntar. O que ainda sabemos? O que sabemos que sabemos e o que esquecemos que sabemos? O que ainda podemos aprender? Quais as tecnologias pretéritas estão nos salvando ou pelo menos impedindo que a tragédia seja ainda maior?

A flexionar o verbo:

Luciana Oliveira
Tem 48 anos, é mulher negra, mãe, dentista, homeopata, especialista em saúde pública e pesquisadora de plantas medicinais. é integrante do GT Plantas Medicinais no Lab Procomum e compões o projeto Careables América Latina.

Bianca Santana
Doutora em ciência da informação, autora de “Quando me descobri negra” (Sesi Editora, 2015) e organizadora de coletâneas sobre gênero e raça. Atualmente, está escrevendo uma biografia sobre a filósofa, escritora e ativista Sueli Carneiro. Pela UNEafro Brasil, tem contribuído com a articulação da Coalizão Negra por Direitos e também realiza o projeto Agentes Populares de Saúde. é Conselheira do Instituto Procomum.

Liliana Pechene
Es una mujer indígena del Pueblo Misak del Cauca – Suroccidente de Colombia. Exgobernadora, lideranza y activista de los derechos de los pueblos indígenas en Colombia y el mundo. Ha trabajado Con pueblos del Sudeste Asiático, norte europeo y latinoamericano. Su lucha se destaca por la defensa territorial y cultural, por fortalecer las identidades como parte de la resistencia ante la homogeneización y globalización territorial, política, económica y cultural. Por estos trabajos ha sido galardonada por varios reconocimientos a nivel nacional e internacional como: Meet Our Featured Rural Women Activists National Democratic Institute; Mejores lider de Colombia en el 2018 y premio Internacional Elionor Ostrom en 2019.

Tag(s): #Documentação

Visão geral

Login

Cadastrar-se

Os registros estão atualmente desativados.

Senha esquecida

Compartilhar