Realizando um contraponto crítico com o processo de apagamento da memoria e ancestralidade negra na região, o Mapeamento busca identificar pessoas, iniciativas e lugares que contemplam histórias vivas do presente ou que marcaram o passado, trazendo evidências do protagonismo nacional – ancestral e contemporâneo – da população negra da Baixada Santista, a partir da identificação e geolocalização de pessoas, iniciativas e infraestruturas negras.

Mapa

Tag(s): #Desenvolvidos

Visão geral

Login

Cadastrar-se

Os registros estão atualmente desativados.

Senha esquecida

Compartilhar